Dimensions
PlumX
Cómo citar
Bampi, S. L., Villanova de Paula, C., & Zilli, J. B. (2016). A competitividade das exportações de milho do Brasil para a União Europeia no período de 2000 a 2014. Tiempo Y economía, 3(2), 115-136. https://doi.org/10.21789/24222704.1130

Resumen

O presente estudo objetiva verificar a competitividade das exportações brasileiras de milho, buscando indícios de criação e/ou desvio de comércio com à União Europeia. Para tanto, será caracterizado o cenário do mercado mundial do grão, descrevendo-se o perfil de comércio entre UE e Brasil e apresentando os principais estudos empíricos relacionados. A mensuração dos Índices de Vantagens Comparativas Reveladas (IVCR) e do Índice de Orientação Regional (IOR) auxiliará na identificação das vantagens comparativas do milho brasileiro. Os principais resultados do IOR elencam que as exportações de milho do Brasil não estão orientadas para a UE com exceção dos anos de 2003, 2004, 2006, 2007 e 2008. Da mesma forma, o IVCR identificou que o país não apresenta vantagem comparativa revelada na produção de milho em relação ao período analisado. A ampliação e integração dos mercados agrícolas pode ser capaz de impulsionar os fluxos comerciais entre os países envolvidos, permitindo crescimento e desenvolvimento das economias, através do livre comércio.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.
Sistema OJS - Metabiblioteca |